Relembre a memorável Princesa de Gales! | Authentical

Relembre a memorável Princesa de Gales!

Publicado: 28/02/2020

QUEM FOI DIANA

            Diana Frances Spencer, nascida em 1 de Julho de 1961, era filha de um conde da casa Spencer. A canceriana, além de ter avós paternos condes da casa Spencer, tinha avós maternos como barões britânicos, e sua avó era dama de companhia da Rainha Elizabeth I.

            Pertencente à aristocracia britânica antes mesmo de se casar com o príncipe Charles, Diana sempre foi muito incentivada a ser estudiosa, porém desde pequena ela sempre tendeu para as áreas artísticas. Além de assídua praticante de esportes, como tênis, hóqueis, natação e salto ornamental, o grande sonho de Diana, era ser bailarina. Aos 17 anos, estudou culinária na renomada Le Cordon Bleu, e sempre trabalhou e estudou como uma pessoa normal. Foi professora de balé, depois faxineira, babá e professora de jardim de infância.

Ela foi considerada a 3ª mulher mais importante da monarquia britânica, atrás apenas da rainha Elizabeth II e da rainha mãe, e durante muitos anos a princesa de gales dedicou-se exclusivamente para trabalhos sociais e filantrópicos, em nome da família real. Durante anos desenvolveu projetos para combater a AIDS e o câncer de mama, chegou até a leiloar roupas e joias para ajudar as causas. Além de muitos outros projetos, Diana se destacou também na luta contra as minas terrestres, e por seu empenho no caso ganhou o Nobel da Paz, quando a ONU assinou em 1997 o tratado de Ottawa, que proíbe o uso, a produção, a estocagem e a transferência de minas terrestres.


VIDA AMOROSA

Em 1979 começou a sair com o príncipe Charles, o noivado foi anunciado oficialmente em 24 de Fevereiro de 1981. Diana escolheu o anel de noivado em um catálogo da joalheria Garrard, a joalheria preferida da rainha e mais antiga do mundo com fundação em 1735, um lindo anel com uma safira central rodeada por 14 diamantes. O que foi considerado um simples, já que a moda entre a família real era mandar fazer sob medida os anéis de noivado. Finalmente, em 29 de Julho de 1981, ocorreu a cerimônia de casamento de Diana e Charles, na Catedral de São Paulo em Londres. A festa com 3500 convidados foi transmitida ao vivo em diversos países, e foi considerado o maior casamento real do séc. XX. O que mais chamou a atenção, além do vestido é claro, foi os votos da Lady, onde ela se recusou a dizer que obedecera ao marido. 

Em 1982, nasceu o príncipe William primeiro filho do casal, em 1984 nasceu o príncipe Harry, e a Lady Di sempre no palácio real cuidando dos filhos e dos trabalhos sociais, porém cada vez mais depressiva. Em 9 de dezembro de 1992, após muitos anos vivendo solitária e sempre como segunda opção de Charles, veio a separação oficial do casal real. Após algum tempo, tornou-se público, o caso descarado entre Camilla Parker (atual esposa) e o príncipe Charles, caso esse que durou todo o tempo de casamento com a Diana.

Apesar de vários famosos serem apontados como affairs da princesa ao longo dos anos, apenas dois além do príncipe tornaram-se públicos.  O primeiro foi com o Dr. Hasnat Khan, cirurgião cardíaco e pulmonar, o relacionamento que começou em 1995 quando se conhecerem no hospital em que um amigo de Diana foi internado para uma cirurgia, durou até 1997, e os dois pareciam muito felizes juntos, porém Khan acabou o namoro por não aguentar a pressão midiática. Após isso, ela se envolveu com o Dodi Al Fayed, produtor cinematográfico e empresário egípcio, porém o relacionamento dos dois foi interrompido poucos meses após, depois do grave acidente de carro que resultou a morte dos dois.


LEGADO DE DIANA

Com uma vida tão agitada, a morte não poderia ser diferente para a princesa de gales, após um trágico acidente de carro dentro do túnel da ponte de l’alma em Paris, às 00:25h do dia 31 de agosto de 1997. A princesa morreu aos 36 anos, enquanto fugia da perseguição de paparazzis que buscavam fotos dela com seu novo romance, Dodi Al Fayed, além dela, também morreu o Dodi e o motorista do veículo, o único sobrevivente foi seu guarda costas.

Diana ficou cerca de uma hora presa nas ferragens do veículo e chegou a ser retirada viva de lá, porém durante o choque do acidente, ela teve seu coração deslocado do lado esquerdo para o direito, rompendo a veia pulmonar e causando uma hemorragia interna irreversível. Mesmo depois de uma longa cirurgia, e diversas tentativas de conter os sangramentos, a princesa do povo morreu no hospital Hospital da Salpêtrière as 04:30h daquela noite. Ela está enterrada em uma ilha, no meio de um lado em Althorp, local que pertence a família dela.

Após 18 meses de investigação, concluiu-se que o motorista que conduzia o carro, estava embriagado e sob efeitos de antidepressivos, pois não esperava ser chamado para trabalhar naquela noite. Além disso, ele dirigia a 110km/h e todos os ocupantes do veículo estavam sem cinto de segurança. Porém, o inquérito só foi definitivamente concluído em 2008, pois no decorrer dos anos diversas investigações do estado e particulares foram realizadas para atestar as reais causas do acidente.

Após uma trajetória impecável, diversos projetos foram inspirados na princesa, como o prêmio Diana Memorial Award, e o Fundo Memorial de Diana, Princesa de Gales, que foi fundado em setembro de 1997 com o objetivo de arrecadar fundos para causas humanitárias, e até hoje é comandado por sua irmã mais velha, Sarah Mccorquodale. Além disso, ela serviu de inspiração para a criação de diversos livros, filmes e documentários inspirados em sua trajetória, e suas peças de roupas que marcaram a história do mundo fashion, estão espalhadas em diversos museus e exposições pelo mundo.

 

LOOKS MEMORÁVEIS







 

            Eai, o que achou dos looks da Lady Di? ♥

Voltar